Saída do Dr. João Rodrigues

INFORMAÇÃO AOS UTENTES

SAÍDA DO Dr. JOÃO RODRIGUES – 1 de setembro de 2018

 

Médico fundador e Coordenador da USF Serra da Lousã nos últimos nove (9) anos, o Dr. João Rodrigues, por razões profissionais e após concurso público, decidiu ir ocupar uma vaga de Assistente Graduado Sénior (Chefe de Serviço) no Centro de Saúde de Celas em Coimbra, deixando assim de estar a trabalhar na USF Serra da Lousã a partir do dia 1 de setembro de 2018.

 

A sua substituição como Médico de Família, vai passar a ser feita pela médica Luisa Ramos e alguns utentes serão transferidos internamente para o Dr. Jorge Pedrosa Rodrigues.

 

Para conhecer o horário de trabalho da nova médica de família deve consultar a partir de 1 de setembro de 2018 a página web da USF Serra da Lousã, http://www.usf-serradalousa.com/horarios-medicos/.

 

Mais se informa, que o novo Coordenador da USF Serra da Lousã, vai passar a ser no dia 1 de setembro, o Dr. Jorge Pedrosa Rodrigues.

 

Para mais esclarecimentos contactar o nosso secretariado clínico.

 

De seguida, fica a mensagem do Dr. João Rodrigues que contém três simples pedidos para a comunidade (profissionais e utentes) da USF Serra da Lousã e o muito que ainda falta fazer no Centro de Saúde da Lousã.

Versão PDF


 

MENSAGEM PARA O PRESENTE E FUTURO*

1ºpedido: revejam o muito que já fizemos.

Quem espera nunca alcança.

É verdade. Esta década demonstrou que andamos sempre alertas e motivados para crescer. É importante rever o muito do que já fizemos e alcançamos. Temos que ter efetiva noção do que fomos e do que somos.

 

Relembram-se três momentos marcantes:

1-Obtenção do 1º Prémio Nacional de Saúde Sustentável, atribuído em 2013, pelo Jornal de Negócios.

2-Criação em 2009 do site da USF: (www.usf-serradalousa.com) com o “CANAL DO UTENTE”, onde é possível pedir receituário crónico, atualizar os dados pessoais, pedir informações personalizadas ou enviar qualquer tipo de sugestão de melhoria dos serviços da USF e onde consta toda a prestação de contas da USF.

3-Obtenção da Acreditação Internacional, junho de 2013, Nível Avançado/Bom, pela DGS e ACSA de Andaluzia (Espanha) e recertificada a 24 de junho de 2014 e a 20 de janeiro de 2017.

 

 

2ºpedido: centrem-se sempre na prática dos valores da USF.

Os miúdos e todos nós, somos capazes de voar se nos derem asas. E, essas asas já as temos. Trabalho e organização centrados na população Lousanense, nos sete valores da USF e na Carta de Direitos e Deveres dos utentes, que estruturam as regras básicas e que norteiam os comportamentos e atitudes de todos os profissionais e utentes.

Os VALORES são o suporte, o estofo moral e ético da USF.

 

3ºpedido: aprender a detetar e a gerir o erro em rede.

Habituei-me a olhar sempre para a frente. Façamos todos o mesmo.

Não somos perfeitos. Falta-nos ainda, como organização em evolução, alimentar o crescimento contínuo pela gestão do insucesso. Temos que continuar a melhorar na deteção da não conformidade. Aprender a gerir o erro, perceber onde se falhou. Não ter medo de errar, partilhar o erro, discuti-lo e encontrar a devida solução.

 

Se assim for, a atual equipa da USF saberá continuar a gerir o sucesso.

Assim seja.

Até sempre

 

*João Rodrigues, 9 de agosto de 2018


Sinalização do que falta ainda realizar no que diz respeito à prestação de cuidados de saúde primários na Lousã:

 

Em relação ao “novo” edifício, falta fazer quase tudo do que estava identificado:

1.Melhoria no exterior: o acesso da porta de entrada (deverá ser automática com sensor) com o objetivo de obter o certificado de acessibilidades do ICVM e deverá ser colocado cobertura no estacionamento para proteção solar/chuva de todas as viaturas.

 

2.Melhoria interior:

  • Obras de manutenção imprescindíveis em vários gabinetes.
  • Dividir o hall de entrada, tornando-o mais funcional em termos de acesso para cada USF.
  • Melhoria das instalações sanitárias para os utentes, aumentando a privacidade.
  • Melhorar o espaço do secretariado clínico, tornando o atendimento mais personalizado e seguro na área da confidencialidade.

 

3.Na área da gestão do risco, finalizar e implementar:

  • O Plano de Prevenção aprovado pelas entidades competentes;
  • Ações de sensibilização e formação a todos os profissionais com planeamento regular de simulacros;
  • Aprovar e publicitar o Mapa de Risco do edifício e de manutenção.

 

4.Alargar as instalações: aprovar com o envolvimento de todas as Unidades Funcionais do Centro de Saúde da Lousã e a Autarquia o projeto de construção do segundo edifício no espaço devoluto com o objetivo de alargar as instalações e criar uma envolvente que possibilite o aproveitamento sustentável do espaço existente com a construção de um espaço polivalente com sala de convívio, sala de jogos, sala de leitura, sala de computadores e filmes, sala de ginástica, de apoio às grávidas, salas de formação, salas de reuniões, gabinetes polivalentes, gabinetes para a saúde pública, gabinete de dentista e de armazém.

 

Por fim, a parte mais importante, faltam recursos humanos qualificados na área da Medicina Dentária, Fisioterapia e Psicologia Clínica.

 

 

 

 

 

Informação aos utentes : Utentes não inscritos nesta Unidade – Esporádicos

O atendimento aos utentes em situação de doença aguda deverá ser efetuado no Centro de Saúde/Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados/Unidade de Saúde Familiar, onde se encontra inscrito ou em alternativa num Serviço de Urgência de um Hospital (ex.  CHUC) ou numa Unidade Básica de Urgência (ex. Arganil).

Nesse sentido, e tendo em conta que no Concelho da Lousã, não existe nenhum serviço de urgência, o Agrupamento de Centros de Saúde do Pinhal Interior Norte, decidiu que os utentes inscritos nas Unidades Funcionais dos Centros de Saúde dos concelhos na proximidade da vila da Lousã (Centros de Saúde de Coimbra, Miranda do Corvo, Poiares e Góis), tendo garantida resposta às situações agudas nos seus Centros de Saúde, devem dirigir-se às suas Unidades de Saúde para aí serem atendidos.

Os contactos esporádicos de utentes de outros Concelhos, serão inscritos para atendimento* em vaga e horário disponível na agenda
médico/enfermeiro na USF que esteja escalada para esse mês.

  •  USF Serra da Lousã: janeiro, março, maio, julho, setembro e novembro;
  •  USF Trevim Sol: fevereiro, abril, junho, agosto, outubro e dezembro.

 

Lousã, 02 de janeiro de 2018